Buenos Aires

PONTOS TURÍSTICOS:

1 – Casa Rosada – A sede da presidência da Argentina é um dos símbolos do país e passou a ter seu exterior pintado de rosa por volta de 1870. O edifício que hoje é sede do governo começou a tomar a forma a partir da junção da Casa de Governo com o edifício de Correios e Telégrafos. Conhecer a fachada e tirar uma foto ali é roteiro obrigatório, mas é possível também fazer uma visita guiada (gratuita) ao interior do edifício aos sábados, domingos e feriados.

casa rosada

2 – Plaza de Mayo – A Praça de Maio é o coração político de Buenos Aires. O local é palco frequente de manifestações populares, entre elas a manifestação das Mães da Plaza de Mayo que ocorre às quintas-feiras, e está cercado por edifícios como a Casa Rosada, o Congresso e a Catedral. Arborizada e com vários bancos, essa praça costuma ser um local de descanso dos portenhos que trabalham ou vivem na região.

mayo

3 –  Av. 9 de Julho, Av. Corrientes o Obelisco – O Obelisco é um monumento histórico de Buenos Aires criado para comemorar os 400 anos de fundação da cidade. Ele está localizado no cruzamentos entre as avenidas Corrientes e 9 de Julho, ambas muito movimentadas.

obelisco

4 – Caminito – As janelas e paredes coloridas fazem parte do cenário no Caminito, uma rua-museu a céu aberto extremamente turística, que abriga restaurantes, lojas de lembranças e ateliês.  O nome se deve a um tango, cujas letras estão gravadas em algumas paredes do lugar.

caminito

5 – Teatro Colón – O Teatro Colón é motivo de orgulho dos portenhos e impressiona pela riqueza de detalhes em seu interior. Pela acústica apurada, ele é considerado um dos melhores teatros de ópera do mundo e quem visita a cidade pode aproveitar a viagem para assistir a um espetáculo. Caso não consiga assistir a uma apresentação, faça a visita guiada, que mostra a arquitetura e decoração interna do edifício.

colon

6 – Museu de Arte Latinoamericana – MALBA é a versão encurtada do nome do museu, que abre suas portas para exibir quadros de artistas como Tarsila do Amaral e Frida Kahlo. O local é interessante pois reúne obras de artistas de diversos países e possui algumas obras interativas, deixando o passeio mais leve.

malba

7 – Museu Nacional de Belas Artes – O foco do museu é contar a história da Argentina e alguns dos períodos mais importantes de sua história através de obras de artistas locais. O lugar tem quadros muito bonitos e além das obras nacionais há obras de artistas como Monet, Pissarro e El Greco. Fazer a visita guiada é indicado para conhecer com mais propriedade e história das obras.

belas artes

8 – Puerto Madero, área portuária revitalizada e que hoje tem excelente restaurantes, é um ótimo passeio em Buenos Aires, principalmente para conhecer esse lado moderno da cidade.

puerto

9 – La Bombonera – O adorado estádio do Boca Juniors é um dos pontos que os fãs de futebol mais gostam de conhecer. Visitas ao museu e ao estádio possibilitam conhecer mais de perto a história do clube, suas conquistas e ter até a oportunidade de ver de pertinho o campo e visitar os vestiários.

bombonera

10 – Cemitério da Recoleta – Pode parecer estranho, mas é isso mesmo: o cemitério da Recoleta é um dos “pontos turísticos” mais visitados de Buenos Aires. No lugar estão enterradas algumas celebridades argentinas, entre elas o General Alvear e Evita Perón, cujo túmulo sempre está com flores. Na visita guiada gratuita dentro do cemitério é possível conhecer detalhes dos túmulos mais importantes, alguns deles são considerados monumentos históricos nacionais.

cemiterio

11 – Floralis Generica – O monumento metálico criado pelo arquiteto Eduardo Catalano chama a atenção mesmo de longe. Trata-se de uma enorme flor de metal, cujas pétalas se abrem durante o dia e se fecham durante a noite. O parque ao seu redor é procurado para tomar sol e descansar.

floralis

Dicas:

Aeroportos:

Todas as companhias aéreas que voam para a Argentina chegam, principalmente, ao aeroporto internacional de Ezeiza “Ministro Pistarini”,  a 37 Km da cidade de Buenos Aires, capital do país.

Entrada no país:
Basta apresentar seu RG original, que não seja foto muito antiga ou passaporte e tenha sido emitido há menos de 10 anos. Brasileiros podem ficar na Argentina como turistas  por um prazo de até 90 dias, podendo renovar por igual período junto à Dirección Nacional de Migraciones –www.migraciones.gov.ar

Moeda:

 A moeda oficial argentina é o “peso”. Há notas bancárias de 2, 5, 10, 20, 50 e 100 pesos e moedas de 1 peso e de 1, 5, 10, 25 e 50 centavos.

Dinheiro

O câmbio de moeda estrangeira para moeda nacional (pesos) se faz em bancos e casas autorizadas para esse fim. Muitos hotéis tem caixas eletrônicos e você pode também trocar um pouco no aeroporto,onde costumam cobrar taxas mais altas. Os dólares e euros são bem vindos e em alguns lugares aceitam até reais!  Os cartões de crédito de maior aceitação são American Express, VISA, Diners e Master Card.

Gorjetas:
Como no Brasil, costuma-se deixar 10% da importância do serviço em restaurantes, e devem ser à parte do pagamento da conta e em cash ($ dinheiro) Que normalmente são pagos com cartão de crédito. Gorjetas a porteiros, carregadores de malas também são bem-vindas.

Segurança:

Dicas com RG ou Passaporte- Recomenda-se, que deixe passaporte no cofre do hotel e guarde cópia do passaporte (ou de carteira de identidade) em lugar seguro. Essa cópia poderá ser útil, em caso de furto dos originais, para retornar ao Brasil e tiverem necessidade de emissão de Autorização de Retorno ao Brasil(ARB)

Em Restaurantes:  Não pendurar casacos e bolsas na cadeira nem deixar a bolsa sobre a mesa.

Ao pegar um taxi - Observar o cartão de identificação do motorista na parte traseira do assento. Dentro do táxi, não contar dinheiro nem exibir objetos de valor. Pagar o taxi preferencialmente com notas de pequeno valor.

Ao trocar $ - Não trocar dinheiro na rua, mas apenas em bancos ou casas de câmbio.

Consulado Geral do Brasil:

Em Buenos Aires o tel. do Consulado Geral do Brasil é 4515 6500

Em caso de furto, roubo ou perda de documentos, o brasileiro deve seguir o procedimento seguinte:

1. Comparecer à delegacia de polícia mais próxima do local onde o documento foi roubado ou extraviado para fazer a denúncia por roubo ou extravio;

2. Em caso de necessitar de documento para voltar ao Brasil, poderá ser concedida Autorização de Retorno ao Brasil-ARB, que é gratuita. Nesse caso, se não for possível esperar pelo horário de atendimento normal, entrar em contato com o plantão do Consulado-Geral (15 4199-9668).  Apresentar ao agente consular a denúncia policial, e comprovante da nacionalidade brasileira.

(Um conselho prático que um policial argentino dá ao turista que teve seus documentos roubados é verificar nos banheiros públicos masculinos e femininos mais próximos (dentro de bares e cafés), já que a primeira providência de quem rouba documentos, junto com dinheiro, é desfazer-se deles, para não ser apanhado pela polícia com documentos alheios..)

Idioma:

 O idioma oficial da República Argentina é o  espanhol.

Ligar para o Brasil:

  Para ligar ao Brasil, dever-se- discar 00 + 55 e o código da cidade. Não esqueça que há ligações a tarifa reduzida de 22.às 8 hs.

Ligar para Argentina:

Para ligar do Brasil para Argentina,  disque o prefixo nacional, que é 54, e logo o código da área da localidade com a qual se deseja ligar.

Horários comerciais:

Bancos e casas de câmbio: 2ª à 6ª feira de 10 às 15 h.
Escritórios comerciais: geralmente das 9 às 12 h  e das 14 às  19 h
Lojas e negócios: das 9 à s20h  e aos sábados das 9 às 13h.
Cafés, casas de chá, bares e pizzarias: estão quase sempre abertos até às 2h da manhã.
Restaurantes: o almoço  costuma ser servido a partir das 12.30 e o jantar a partir das 20.30 h

 

Assistência ao turista:

Comisaría del Turista: Av. Corrientes 436, Buenos Aires. Tel. 4346-5748, 4328-2135  e   0800-999-5000,

Defensoría del Turista: Av. Pedro de Mendoza 1835 (Museo de Bellas Artes de La Boca “Don Benito Quinquela Martín”) Tel. 4302-7816, Fax: 4302-7816, e-mail: turista@defensoria.org.ar.

Viajar com crianças:

 Em viagens internacionais de menores de 18 anos desacompanhados, é preciso autorização dos pais, e caso um deles esteja ausente e, se um dos pais do menor for falecido, o atestado de óbito substitui a autorização. Em todos os casos, é obrigatória a apresentação de carteira de identidade (ou passaporte) e certidão de nascimento para as as rodoviárias.

O Tango:

 O tango é um estilo musical, conhecido pelo mundo típico de  Buenos Aires. Carlos Gardel e Astor Piazzolla são os mais importantes nomes do Tango argentino.
Carlos Gardel foi o mais importante cantor de tangos da Argentina. Um circuito evoca a transcendência do “Zorzal Criollo” na vida de Buenos Aires. O passeio inclui a Casa Museo (Casa Museu) no bairro do Abasto – onde viveu desde 1927 até 1933.

Compras:

SAN TELMO

O charme boêmio deste bairro ao sul da Plaza de Mayo o transforma em um dos mais adoráveis da capital. O local é historicamente conhecido por reunir antiguidades de primeira categoria e basta visitar a feira de domingo que se espalha pela área a partir da Plaza Dorrego para comprovar a fama.

 

Parada nº 1

Comece pela Materia Urbana, uma cooperativa fundada por artistas e designers locais, onde se encontra de tudo, desde bijuterias a gravuras, passando por roupas (Defensa 702).

 

Parada nº 2

Com pouco mais de 40 anos, Marcelo Toledo, é um dos artesãos mais famosos da Argentina, com uma lista impressionante de celebridades entre seus clientes (Humberto Primo 462).

 

Parada nº 3

Pablo Ramirez é um dos principais estilistas do país. Seu ateliê em San Telmo é tão elegante quanto sua moda masculina e feminina de grande renome.  (Peru 587).

 

PALERMO

Os Palermos – Soho, Hollywood, Viejo etc. – abrangem a parte mais inovadora da cidade. Essas características tornam o passeio não apenas um grande prazer, mas também uma ocupação para vários dias, se você quiser uma visão geral abrangente da região.

 

Parada nº 1

Buenos Aires é o tipo de cidade que pode incentivar até o homem mais desleixado a cuidar da aparência, graças a lugares como El Burgues.(Gurruchaga 1743).

 

Parada nº 2

O que é antigo se renova no Mercado de Las Pulgas, um lugar especial para ver móveis de época, objetos para casa que cabem na mala e uma variedade de bugigangas divertidas e inusitadas.  (Niceto Vega 200).

 

Parada nº 3

A marca local Bully, conhecida por suas peças de cashmere, inaugurou uma loja confortável e acolhedora, com produtos masculinos e femininos (Guatemala 4533).

 

RECOLETA

Antes de qualquer outra coisa, havia a Recoleta. E ela é, até hoje, o destino mais sofisticado da cidade, com sua ampla seleção de marcas internacionais badaladas ao longo da Avenida Alvear e no exclusivo shopping center Patio Bullrich.

 

Parada nº 1

Uma bela casa com terraço é o cenário para Tramando, o lar de Martin Churba, um estilista que está ganhando respeito mundial por suas roupas femininas de vanguarda. (Rodriguez Pena 1973).

 

Parada nº 2

O couro, produto essencial de Buenos Aires, recebe tratamento moderno em Humawaca, uma marca local que cresceu graças aos acessórios inovadores. Confira as bolsas de couro de vaca (Posadas 1380).

 

Parada nº 3

Sempre elegantes, as bijoux divertidas da Celedonio . (Castex 3225).

 

Comer:

Julio:

Esse é um restaurante exemplar para quem quer experimentar as boas carnes que fazem a culinária argentina ser famosa, além de tomar um bom vinho. O ambiente é bonito, decorado com inúmeras garrafas de vinho com recadinhos deixados por clientes

.Milliòn:

 Com um salão de decoração antiga e um jardim com vista para as estrelas, esse resto-bar é uma das opções mais legais na noite portenha. O lugar tem boa música e faz sucesso não apenas entre os jovens,…

La Brigada:

La Brigada é um restaurante maravilhoso, uma das melhores opções na cidade para quem quer experimentar boas carnes argentinas e desfrutar da típica culinária do país.O menu oferece grande variedade de carnes.

Freddo:

A Freddo é a sorveteria mais famosa na Argentina. O sabor mais conhecido, claro, é o dulce de leche, que, segundo os mais entendidos, é perfeito.

Café Tortoni:

O lugar é de 1858 e conserva uma decoração antiga, bem preservada. A cafeteria mais antiga de Buenos Aires é um dos lugares mais tradicionais da cidade e não oferece apenas cafés, mas também um cardápio longo e variado.

Central Market:

Ao visitar a revitalizada área de Puerto Madero, será difícil escolher entre tantos restaurantes. O Central Market não é apenas uma boa opção.

El Palácio de la Papa Frita:

O restaurante está em diversos lugares da cidade e oferece cardápio variado: carnes, aves, saladas e massas, além de, claro, diferentes preparos de batatas.